Página Inicial

O que é fibra óptica?

Imagem: Groman123/Reprodução
Imagem: Groman123/Reprodução

É um filamento que transmite dados através da refração de luz. A fibra é utilizada nas telecomunicações, em equipamentos de informática, sinais de TV e em exames médicos (como a endoscopia). Foi com a medicina, inclusive, que a tecnologia ganhou forma, nos anos 1950, para ajudar em diagnósticos dentro do corpo sem cirurgia.

Uma década depois, ela despontou como uma alternativa mais rápida para a conexão de internet, entregando cerca de 10 gigabits por segundo (Gbps). Só para ter uma ideia, com uma conexão de 1 Gbps é possível baixar um filme HD em um minuto – com 10 Gbps, levaria apenas seis segundos.

1) Núcleo
É feito de vidro com alto grau de pureza e é por onde a luz passa carregando os dados

2) Luz
Transmissão de dados

3) Casca
Ela é oca e fina, como um fio de cabelo. Pode ser de vidro ou plástico

4) Proteção
Evita interferências ou danos que podem ser causados por outras fibras dentro do mesmo cabo

5) Elemento estrutural
Dá flexibilidade ao cabo e impede que as fibras quebrem. Geralmente é feito de Kevlar, um polímero super-resistente usado em coletes à prova de bala

6) Capa
Feita de PVC, é a proteção externa da fibra

SEM BARREIRAS
Enquanto o wi-fi usa ondas de rádio e encontra obstáculos no caminho, como paredes, a fibra ótica ganha vantagem por seu núcleo feito de vidro ultrapuro – e que mal interfere na velocidade da luz, de 300 mil km por segundo no vácuo.

NO FUNDO DO MAR
O tráfego de dados de internet entre países é 99% feito por meio de cabos de fibra ótica submarinos. Nesses casos, centenas de fibras passam por dentro do filamento para estabelecer a comunicação em longa distância.

HAJA GRANA
O alto custo dos cabos é o que impede a popularização da tecnologia. No Brasil, apenas 6% dos usuários de banda larga, cerca de 240 mil clientes, usam a fibra ótica. No Japão, são 75%. Nos EUA, 11%.

ORIGEM LUMINOSA
Os estudos sobre a propagação de dados por luz, que deram origem à fibra ótica, foram realizados em 1842. Na ocasião, os físicos Jean-Daniel Colladon e Jacques Babinet perceberam um feixe de luz sendo transmitido através de um jato de água.

MULTI OU MONO?
São os dois tipos de fibra ótica. O primeiro tem um núcleo mais largo, por onde trafegam diversos sinais de luz. É muito comum em intranets e alcança apenas 800 m. O segundo, com núcleo menor, chega a 80 km e leva apenas um sinal de luz. É usado em backbones – rede principal por onde passam os dados de todos os clientes da internet.

fonte: Mundo Estranho, escrita por Raquel Carneiro